SOBE NÍVEL DA ÁGUA DOS RESERVATÓRIOS PARA ABASTECER SÃO PAULO

Na grande São Paulo, as fortes chuvas no sudeste elevou o nível dos reservatórios a situação das represas que abastecem o estado, de acordo com informações da Sabesp, companhia de saneamento de São Paulo, somando todos os reservatórios, estão com pouco mais de 52% de sua capacidade preenchida.

No entanto, a situação do reservatório do Cantareira ainda inspira preocupação.

Nesta quinta-feira, o reservatório Registrava 36,1% de sua capacidade. Isso porque o volume esperado de chuvas de Outubro a dezembro não aconteceu.

Segundo especialistas na área de gestão de recursos hídricos, o fenômeno la niña, de temperaturas anômalas no oceano pacífico, em conjunto com ação humana tem modificado e dificultado o preenchimento dos reservatórios. Outros pesquisadores afirmam que, historicamente, há um comportamento cíclico de cerca de 30 a 40 anos de muita Chuva; e, posteriormente, de estiagem na região sudeste, chamado fenômeno José.

Atualmente estamos no período mais seco. Além disso, a cada 11 anos há um período de seca mais acentuado, que deve acontecer entre 2025 ou 2026.

Diante disso, os especialistas concordam que é necessário fazer campanhas de conscientização do uso racional da água; e também a SABESP diminua o percentual de perdas na distribuição da água.

A SABESP afirmou, por sua vez, que vem fazendo obras de manutenção para diminuir as perdas nas tubulações, e que o desperdício era de 41%, em 2004, e foi de 27%, em 2020.

Além disso, a companhia também afirmou que a população tem se conscientizado sobre o uso racional; e desde 2014 o nível de consumo residencial diminuiu 14%.

Fonte: SABESP

A Central de Notícias da Rádio TERNURA é uma iniciativa do Projeto As Redes sociais no papel de polarização social. Este projeto foi realizado com o apoio da 5ª Edição do Programa Municipal de Fomento ao Serviço de Radiodifusão Comunitária Para a Cidade de São Paulo.

Os conteúdos ditos pelos entrevistados não refletem a opinião da emissora.